Salário digno para os profissionais de Enfermagem

Projeto de Lei 2573/2011, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem. Projeto de Lei 4924/2009, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem.

sábado, 7 de abril de 2012

Paraná vai informatizar serviços de enfermagem


O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, recebeu na quinta-feira (5) a presidente da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN Nacional), Ivone Evangelista Cabral. Durante o encontro, a secretaria e a entidade formalizaram uma parceria para desenvolver a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) nos hospitais públicos do Paraná. A medida faz parte da estratégia do governo de informatizar todos os serviços de saúde do Estado. 

O Paraná será o primeiro estado brasileiro a implantar o sistema, que levará em conta todas as etapas do processo de enfermagem e terá base em protocolos internacionais. “Confiamos na nossa força de trabalho, mas precisamos dar uma estrutura adequada para que os profissionais da área desempenhem suas funções da melhor forma”, disse o secretário, que assinou na quarta-feira (04/04/12) a resolução que institui um grupo de trabalho voltado para a implantação do projeto. 

A SAE paranaense contará com um sistema de informação desenvolvido pela Aben e adaptado para o Estado pela Celepar. A associação também participará da capacitação dos servidores que utilizarão o software, concebido para facilitar o trabalho das equipes de enfermagem e registrar cada procedimento realizado nos prontuários eletrônicos dos pacientes. 

“A parceria com a ABEN é fundamental para o Paraná, pois mais de 50% da força de trabalho da saúde é composta por profissionais da área de enfermagem”, afirmou o secretário. Ele aproveitou a oportunidade para convidar a presidente da ABEN para o lançamento da rede Mãe Paranaense (carro-chefe das ações para redução da mortalidade materno-infantil no Estado), no dia 2 de maio. A associação, uma das entidades parceiras do programa, fará um trabalho de capacitação dos profissionais de enfermagem dos 399 municípios do Paraná. 

Segundo Ivone Cabral, uma das bandeiras da ABEN é atuar com o poder público e organizações não governamentais para ampliar a linha de cuidados da enfermagem e promover o bem-estar da população. “A assistência materno-infantil do Paraná já é modelo para o País com o programa Mãe Curitibana. Tenho certeza de que a rede Mãe Paranaense será um espelho para outros estados”, disse. 

VIABILIZAÇÃO

O grupo de trabalho é formado por 20 membros e tem o papel de viabilizar todo o processo de implantação do SAE – desde adaptação do sistema aos serviços de saúde paranaenses até a avaliação dos resultados obtidos. Será coordenado pela chefe do Serviço de Enfermagem do Hospital Regional de Ponta Grossa, Vera Rita da Maia, e estará vinculado a Comissão Inter-Hospitalar de Qualidade da Diretoria de Unidades Próprias da secretaria.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Proprietário deste blog informa que as postagens de comentários são identificadas, cabendo ao autor dos mesmos a responsabilidade pelo teor de seus comentários.
Grato por sua participação.

Acompanhe por e-mail

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje