Salário digno para os profissionais de Enfermagem

Projeto de Lei 2573/2011, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem. Projeto de Lei 4924/2009, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Enfermagem Unida por Um Objetivo realizará audiência Pública em Brasília Dia 11.04.12 - Participe - Divulgue - Leve sua família.





Fórum Nacional 30h Já: Enfermagem Unida por Um Objetivo realizará audiencia Pública em Brasília

A direção do Fórum Nacional 30h Já, reuniu-se em Brasília e decidiu que fará uma audiência pública no dia 11 de abril, às 14h e conta com o apoio do Deputado Federal Vitor Paulo (PRB-RJ) (CLP) para presidir a audiência. Serão convidados vários Deputados Federais e as Deputadas Estaduais e Enfermeiras: EnfermeiraRejane de Almeida (PCdoB-RJ); Gorete Reis (DEM-SE); Ana Paula Lima (PT-SC) e Valéria Macedo (PDT-MA). Confira a Programação da Audiência.


DATA:  11.04.12

HORÁRIO: 14:00  às 16:30
LOCAL: Auditório Nereu Ramos
14:00-15:00h: Mesa de Abertura: Solange Caetano (FNE), Manoel Neri (COFEn), Ivone Cabral (ABEn), João Rodrigues (CNTS), Maria Godoi (CNTSS), José Costa (Anaten),  ENEEnfDep Rosane Ferreira (PV-PR), Dep Carmem Zanotto (PPS-SC)

- Convidados: Dep enfermeira Rejane Almeida (PCdoB-RJ)Dep Gorete Reis (DEM-SE),  Dep Vitor Paulo (PRB-RJ)Dep Valéria Macedo  (PDT-MA)Dep Ana Paula Lima (PT-SC)

15:00-15:30: Jornada de 30h: Relato de Caso – Enfª Juliana Garcez (PA) e Representante MS – Mediadora Dep. Enfermeira Rejane de Almeida
15:30-16:00: Condições de Trabalhado da Enfermagem X Adoecimento – Enfª a definir e Rep do DIEESE – Mediadora Dep Gorete Reis
16:00-16:30h: Quanto vale o voto da Enfermagem? – Enfª Solange Caetano – Mediadora Dep Ana Paula Lima (SC)
16:30h- Encerramento

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Aprovado Estatuto da Juventude



O Estatuto da Juventude (PLC 98/11) estará, nesta quarta-feira (15), novamente na pauta da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal brasileiro. A discussão e a votação do item deveriam ter ocorrido na última quarta-feira (8), mas foram adiadas para esta semana. Movimentos de estudantes prometem pressionar os senadores para aprovar o Estatuto.


Deputada Enfermeira Rejane: Aprovado PL 979/11 em primeira instância. Uma vitória mas vamos para a segunda votação



Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro ::.:


PROJETO DE LEI Nº 979/2011
            EMENTA:
            ESTABELECE NORMAS PARA O EXERCÍCIO DA ATIVIDADE PROFISSIONAL DE CUIDADOR DE IDOSO NO ÂMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
Autor(es): Deputado ENFERMEIRA REJANE


A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
RESOLVE:

Art. 1° - Fica determinado que os profissionais que desempenhem a atividade de cuidadores de idosos no âmbito do Estado do Rio, seja em instituições públicas, privadas ou domiciliar possuam em sua formação, no mínimo, o curso de auxiliar de enfermagem, como parte de sua qualificação profissional.

Art. 2°- São ações inerentes ao exercício da função de cuidador de idoso:
I- auxiliar o idoso nas tarefas cotidianas, tais como: comer, tomar banho, trocar de roupa, caminhar, subir escada, entre outras tantas ações.
II- ministrar a medicação na hora certa,somente prescrita pelo médico responsável pelo tratamento dispensado ao idoso.
III- zelar pela alimentação do idoso portador de doenças crônicas, tais como diabetes, colesterol alto, hipertensão arterial , desde que orientado por um nutricionista.
IV- auxiliar nas atividades físicas praticadas pelo idoso, caminhadas, ginásticas e natação, sempre perante a supervisão e orientação do profissional fisioterapeuta. 
V- acompanhar o idoso nas suas atividades sociais, passeios e lazer.


Art. 3º – Em situação de emergência, de mal súbito do idoso, queda ou acidente, o cuidador deverá imediatamente providenciar socorro médico de profissional habilitado.


Paragrafo Único- O cuidador de idoso, poderá tomar medidas emergenciais, preconizadas nos cursos de Primeiros Socorros, a fim de preservar a vida do idoso até a chegada de equipe médica qualificada. 

Art. 4° - Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação.


Plenário Barbosa Lima Sobrinho, 08 de Setembro de 2011.



DEPUTADA ENFERMEIRA REJANE



'via Blog this'

PC do B - UFRJ: Negociação coletiva no serviço público (convenção ...

PC do B - UFRJ: Negociação coletiva no serviço público (convenção ...: A assessoria parlamentar do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) disponibiliza mais um serviço para orientação das ...

Campanha Salarial Unificada dos servidores federais foi lançada nesta 4ª




Com a bandeira de luta “Servidor Valorizado é igual a Serviço Público de Qualidade”, as 20 entidades nacionais que representam servidores do Executivo, Legislativo e Judiciário pretendem mobilizar os trabalhadores do setor em todo o país. A partir do lançamento da Campanha, nesta quarta-feira (15), os trabalhadores pressionarão o governo para a abertura de um debate que viabilize as negociações em torno das melhorias e investimentos urgentes para a categoria e para os serviços públicos voltados à população.



A CTB reafirma seu compromisso de participar de mais essa luta da classe trabalhadora em união com as demais entidades. Para Fátima dos Reis, secretária de Serviços Públicos e do Trabalhador Público da Central, a unidade demonstrada pelas entidades logo no início do ano será fundamental, já que 2012 tem tudo para ser um ano ainda mais delicado do que 2011. “Além da crise financeira (argumento que o governo utiliza a todo o momento para não aumentar os salários), teremos pela frente um período de eleições municipais, quando o diálogo com o Congresso se torna muito mais difícil”, lembrou.

A campanha faz parte do calendário de atividades que serão realizadas em todos os estados entre os dias 13 a 16 de março. A jornada de mobilização culmina com uma grande marcha a Brasília no dia 28 de março.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Projeto implementa reciclagem dos resíduos sólidos consumidos na Uezo


Débora Motta

                                                                          Divulgação
      
    À frente do projeto, a pesquisadora Luciana Portal,
    em experimento de reciclagem de polímeros na Uezo 

Um projeto propõe dar um destino ecologicamente correto aos resíduos sólidos consumidos e coletados no Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo) – e no Instituto de Educação Sarah Kubitschek –, em Campo Grande. Para ajudar a difundir a consciência ambiental entre alunos, professores e funcionários, uma minirrecicladora está sendo instalada nas dependências da instituição, com recursos do edital de Apoio à Infraestrutura das Universidades Estaduais, da FAPERJ. Resíduos sólidos urbanos, como metal, papel, plástico e vidro, descartados pela própria comunidade acadêmica, serão reaproveitados regularmente depois de passarem por um processo de coleta seletiva e reciclagem.

A iniciativa pode render à Uezo o status de se tornar a primeira instituição de ensino superior pública do estado do Rio de Janeiro a adotar um programa para a reciclagem de todo o material sólido descartado, exceto o lixo orgânico. “O objetivo é trabalhar os conceitos de coleta seletiva e reciclagem, promovendo a educação ambiental e a pesquisa sobre as melhores formas de coletar e reciclar”, destaca a coordenadora do projeto, Luciana Portal da Silva, que é professora e pesquisadora do curso superior de Tecnologia em Polímeros da instituição. “O projeto pode contribuir também para gerar novos materiais reciclados, com melhores propriedades”, acrescenta.

É reciclando que se aprende

A minirrecicladora da Uezo está em fase final de instalação, com a chegada dos últimos equipamentos semi-industriais adquiridos com o apoio da Fundação e a etapa de sua ligação elétrica. “Primeiro, os materiais sólidos já descartados seletivamente pela comunidade acadêmica passarão por uma esteira no laboratório, onde serão separados, lavados, secos e moídos para se tornarem insumos para as aulas práticas e também para novos produtos. De acordo com o tipo de resíduo, seja metal, vidro, papel ou plástico, haverá um processo de reciclagem específico", resume Luciana Portal.

De acordo com a pesquisadora, o projeto alia os três pilares de sustentação de uma universidade: a pesquisa, o ensino e a extensão. “O projeto contempla a pesquisa em reciclagem, e já temos seis trabalhos de conclusão de curso finalizados. Ele também atende ao pilar de ensino, porque os alunos do curso de Tecnologia em Polímeros podem aprender como funcionam os processos de reciclagem na prática, manuseando os equipamentos da minirrecicladora nas aulas das disciplinas de Coleta seletiva de resíduos poliméricos e de Reciclagem de polímeros”, diz Luciana, lembrando ainda que a Uezo oferece o mestrado profissional na área de Materiais, recentemente aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). “A primeira turma do mestrado profissional em Materiais começará seus estudos em março. Uma das linhas de pesquisa será a Reciclagem de Polímeros e a minirrecicladora também atenderá às pesquisas desses alunos”, detalha.

 Carlos Magno/Palácio Guanabara
    
 Iniciativa propõe a reciclagem dos materiais sólidos
 consumidos em toda a Uezo e no Sarah Kubitschek
Já o pilar extensão está relacionado aos impactos positivos que o projeto se propõe a levar à comunidade de Campo Grande. “Vamos oferecer cursos de extensão sobre coleta seletiva e reciclagem de materiais, inteiramente gratuitos. A proposta é que a população possa utilizar esse conhecimento como uma oportunidade de negócio e de melhoria de renda para pequenas famílias”, ressalta a professora. “Sem contar com o benefício para a saúde e limpeza do bairro, uma vez que as instituições ficarão mais limpas”, completa.

Para além dos benefícios à população local, outro aspecto da iniciativa é estimular o empreendedorismo entre os alunos da Uezo, contando também com o apoio da empresa júnior da instituição. “O beneficiamento de materiais que seriam descartados de forma indevida pode ser uma boa oportunidade de negócio para os formandos dos cursos da Uezo, que podem trabalhar com consultoria em reciclagem ou mesmo montar pequenas empresas especializadas no ramo”, conclui Luciana Portal.

A Uezo localiza-se nas dependências do Colégio Estadual Sarah Kubitschek, onde convivem crianças, adolescentes e adultos, em um grande espaço físico de Campo Grande. Além de Luciana Portal, participam como colaboradores do projeto os professores Carlos Roberto Falcão de Albuquerque Júnior, Ricardo de Freitas Cabral e Márcio da Silva Coutinho; os alunos de iniciação científica Vinícius Carneiro Ferraz, Natália Cerqueira da Silva, Thaline Castro da Silva e Rodrigo Carneiro Vieira, além do apoio do técnico em Processamento de Polímeros, Dermeval Teodoro Junior – todos da Uezo.

O projeto contempla ainda três alunos do Colégio de Aplicação Emmanuel Leontisinis (Cael), também de  Campo Grande, que trabalham voluntariamente: Rayan Borges de Jesus, Maurício Manoel Rangel da Costa e Victor Matheus Joaquim Salgado Campos. Eles ganharam o segundo lugar na mostra Expo X, da XII Feira de Ciência e Tecnologia do Cael, realizada em novembro de 2011, e disputarão prêmios na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que será realizada em março, em São Paulo. Ainiciativa conta com os apoios da Reitoria da Uezo e da diretoria do Colégio Sarah Kubitschek.

© FAPERJ – Todas as matérias poderão ser reproduzidas, desde que citada a fonte.

Segurança do paciente: OMS lança curso em português







O curso Introdução à investigação sobre a segurança do paciente, da Organização Mundial de Saúde (OMS) - que contou com a participação de pesquisadores da ENSP na tradução e adequação para a língua portuguesa -, está com inscrições abertas. O curso on-line e gratuito foi elaborado em oito módulos e tem como objetivo apresentar elementos básicos da investigação em segurança do paciente/doente e seu público-alvo são profissionais de saúde e pesquisadores interessados em aumentar seu conhecimento sobre questões relacionadas ao tema. Não existe número limite de inscrições e os interessados em participar dessa versão em português podem se inscrever em um ou mais módulos. As inscrições deverão ser feitas até o dia de seu lançamento, em 1º de março, somente na página eletrônica da OMS. Ao todo, mais de duas mil pessoas já se inscreveram para esse curso. 

O processo de tradução e adequação do curso foi feito por uma parceria entre pesquisadores da ENSP, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict/Fiocruz), da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa (Ensp/UNL), do Centro Hospitalar de Lisboa Central e da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, em Portugal. Sua organização ficou sob a responsabilidade da coordenadora do Centro Colaborador para a Qualidade do Cuidado e da Segurança do Paciente (Proqualis) e pesquisadora do Icict/Fiocruz Claudia Travassos e do pesquisador da Ensp/UNL Paulo Sousa, com o apoio da Rede ePORTUGUESe

Segundo a OMS, todos os anos, centenas de milhares de pacientes/doentes sofrem danos ou morrem devido à falta de segurança em procedimentos médicos ou hospitalares e ficam com sequelas temporárias ou definitivas como consequência desse tipo de assistência. Ela aponta que a segurança dos pacientes é um princípio fundamental dos cuidados de saúde, pois cada etapa do processo de prestação de cuidados contém certo grau de insegurança inerente. Por conta disso, em 2004, a OMS deu início ao desenvolvimento de uma gama de materiais para treinamento e formação, visando auxiliar indivíduos e organizações na melhoria de sua compreensão e conhecimento sobre a segurança do paciente. Os materiais já publicados estão disponíveis na área Education & Training, Patient Safety, localizada no menu Programmes and Projects, na página inicial da Organização Mundial de Saúde. 

De acordo com Paulo Sousa, além da tradução, esse curso de investigação sobre a segurança do paciente passou por um processo de adaptação em que foram contempladas eventuais diferenças no que se refere a aspectos culturais e à organização do sistema de saúde, de modo a refletir o contexto do Brasil, de Portugal, do Timor Leste e também dos países africanos de língua portuguesa - Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau e São Tomé e Príncipe. 

Entre os temas a serem abordados nesse curso estão a compreensão das causas, a identificação de soluções e a avaliação de impactos na segurança do paciente. Os módulos serão ministrados por docentes das instituições envolvidas na tradução. O curso foi desenvolvido em formato de seminários online, chamados WEBinar. Após ser publicada, a versão em português do curso ficará disponível para acesso na página da OMS e também no Portal Proqualis. 

Os interessados em assistir ao curso deverão ter acesso a um computador conectado à internet, além de caixas de som. Vale destacar que para acompanhar o curso não será necessário instalar qualquer tipo de aplicativo no computador. Nas datas previstas, os participantes devem acessar os links referentes a cada uma das oito sessões programadas. 

Confira, abaixo, cada um dos módulos previstos e suas respectivas datas de publicação: 

Apresentação: Claudia Travassos - médica, MPH, PhD, pesquisadora do Laboratório de Informação em Saúde, Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict/Fiocruz), Ministério da Saúde, Brasil 
Data: 1°de março de 2012, de 17h às 18h - CET 

Apresentação: Mônica Martins - MPH, PhD, pesquisadora do Departamento de Administração e Planejamento da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), Ministério da Saúde, Brasil 
Data: 8 de março de 2012, de 17h às 18h - CET 

Apresentação: Walter Mendes - médico, MPH, PhD, pesquisador e professor do Departamento de Administração e Planejamento da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), Ministério da Saúde, Brasil 
Data: 15 de março de 2012, de 17h às 18h - CET 

Apresentação: Walter Mendes - médico, MPH, PhD, pesquisador e professor do Departamento de Administração e Planejamento da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), Ministério da Saúde, Brasil 
Data: 22 de março de 2012, de 17h às 18h - CET 

Apresentação: Maria João Lage - médica do Centro Hospitalar de Lisboa Central, Portugal 
Data: 19 de abril de 2012, de 18h às 19h - CET 

Apresentação: Paulo Sousa - PhD, professor da Escola Nacional de Saúde Pública, Universidade Nova de Lisboa, Portugal 
Data: 26 de abril de 2012, de 18h às 19h - CET 

Apresentação: José Fragata - médico, PhD e professor do Centro Hospitalar de Lisboa Central, Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, Portugal 
Data: 3 de maio de 2012, de 18h às 19h - CET 

Apresentação: Paulo Sousa - PhD, professor da Escola Nacional de Saúde Pública, Universidade Nova de Lisboa, Portugal. 
Data: 10 maio 2012, de 18h às 19h - CET 

Enfermagem promove passeata no centro do Rio




Com o objetivo de chamar a atenção da população para a luta em defesa das 30 horas semanais, do direito ao duplo vínculo e do Sistema Único de Saúde - SUS com qualidade para todos, cerca de 200 profissionais de enfermagem participaram de passeata, nesta quinta-feira (09/02), organizada pelo Sindicato dos Enfermeiros do Rio de Janeiro - SindEnfRJ, que contou com o apoio do Mandato da deputada Enfermeira Rejane.


“O primeiro projeto de jornada de trabalho em que a enfermagem lutou organizadamente data de 1986. Defendo a Emenda Constitucional 34/01, de autoria da minha companheira de partido, Jandira Feghali, que trata sobre acumulo de cargos; a aprovação do projeto de lei 2295/2000; a adoção de piso salarial digno para que os profissionais não necessitem de uma dupla jornada de trabalho, e melhores condições de trabalho para uma categoria que permanece 24 horas prestando assistência a população. Essa luta não é apenas de uma classe profissional, mas de toda sociedade que almeja uma saúde de qualidade”, afirmou.

Os manifestantes, que se concentraram em frente ao Hospital Federal dos Servidores do Estado, na Avenida Venezuela, caminharam pela Avenida Rio Branco até a Candelária, onde aconteceu o ato público. A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Rio de Janeiro, Mônica Armada, lembrou que o direito ao duplo vínculo é garantido pela Constituição e que a perseguição aos profissionais com dupla matrícula pode prejudicar a qualidade do atendimento à população.


“Queremos dar uma assistência de qualidade. Queremos que os enfermeiros possam trabalhar sem ser perseguidos ou demitidos, como o governo federal está fazendo”, afirmou.

Participaram do ato a presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros, Solange Caetano; a presidente do Sindicato dos Enfermeiros de São Paulo, Elaine Leone; a vice presidente do Coren-RJ Terezinha Nóbrega; o presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB/RJ, Maurício Ramos, além de representantes da Central Única dos Trabalhadores – CUT; da União da Juventude Socialista –UJS; da Associação Metropolitana dos Estudantes Secundaristas - Ames e do Movimento União dos Rodoviários da Baixada - MURB. A manifestação contou com o apoio dos sindicatos dos Telefônicos - Sinttel-Rio e dos Bancários.




Fonte: enfermeirarejane.com

Anjos da Enfermagem de RO divulgam nova seleção dos Anjos 2012 na Rede TV

[Oficial] Curso de Graduação da EEAN/UFRJ: CRONOGRAMA DE INSCRIÇÕES PARA OS ALUNOS COAA


[Oficial] Curso de Graduação da EEAN/UFRJ: CRONOGRAMA DE INSCRIÇÕES PARA OS ALUNOS COAA: Caros alunos, Como sempre acontece na véspera das inscrições em disciplinas COAA, encaminho as datas que vocês deverão comparecer. Observem ...

Enfermagem Pernambucana: NOVA LEI LEI DA PRODUTIVIDADE TRARÁ PREJUÍZOS A TO...


Enfermagem Pernambucana: NOVA LEI LEI DA PRODUTIVIDADE TRARÁ PREJUÍZOS A TO...: O Sindicato dos Servidores da Universidade de Pernambuco, Sindupe , nessa quarta-feira, (08), entregou nos gabinetes dos deputados estadu...

Tijuca Tênis Clube: ROTEIRO DA FOLIA NA BANDA DO TIJUCA


 Do tradicional


Ao moderno


Banda do Tijuca desfila neste sábado, dia 11, trazendo carro abre-alas com figuras da velha guarda das escolas de samba do bairro.

Acompanhe por e-mail

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje