Salário digno para os profissionais de Enfermagem

Projeto de Lei 2573/2011, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem. Projeto de Lei 4924/2009, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Cofen e Ministério do Trabalho priorizam fiscalização da atividade profissional



Já está marcada uma outra reunião a fim de prosseguir as demandas de aprimoramento da fiscalização


O Presidente interino do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Osvaldo Albuquerque, e os Conselheiros Federais Antonio Marcos Freire Gomes e Irene do Carmo Alves Ferreira participaram de uma reunião com o Ministro do Trabalho, Brizola Neto, nesta terça-feira (5), em Brasília-DF.




Entre os diversos assuntos que foram tratados para a melhoria da atividade dos profissionais de Enfermagem, destaca-se a questão da fiscalização na assistência básica prestada à população. Para Brizola Neto, a questão da fiscalização nos hospitais e Casas de Saúde é prioridade. “Não podemos permitir que a atividade-fim dos ambientes de assistência à saúde seja terceirizada. Tal situação leva a precarização e ineficiência do próprio sistema de saúde”, afirma o Ministro que ainda lembrou que há falta de sistematização nos postos de trabalho com relação à própria atribuição de cada profissional- auxiliar, técnico e enfermeiro. O Ministro também se comprometeu em criar um Grupo de Trabalho para uma revisão das Normas Regulamentadoras: NR 4 e NR 32.

O Presidente do Cofen também ressaltou que o trabalho conjunto com o Ministério é fundamental para a regulamentação de diversas atividades desenvolvidas pela Enfermagem. “Acredito que o Cofen e o Ministério do Trabalho possam trabalhar juntos para que a legislação seja de fato aplicada e que ainda se possa regularizar diversas normas que conduzem a uma prestação de saúde que valorize o profissional e priorize o cuidado ao paciente”, finaliza Albuquerque.



A Conselheira Irene ainda lembrou a luta dos profissionais de enfermagem e a importância de um trabalho conjunto com diversos órgãos, em especial com o Ministério do Trabalho. “Cerca de 70% da força de trabalho na área de saúde é desenvolvida pela Enfermagem. Desse modo, acreditamos que a valorização de toda a categoria é fundamental para uma prestação de saúde de qualidade para toda a população brasileira”, enfatiza a Conselheira.



Já o Conselheiro Antonio Marcos citou os trabalhos das Câmaras Técnicas do Cofen que, juntamente com o trabalho desenvolvido pelos auditores do trabalho, podem identificar as principais problemáticas encontradas pelo Brasil na área de saúde. “Podemos contar com toda a base de dados disponibilizada pelo Sistema Cofen/Conselhos Regionais e incrementar o papel da fiscalização”, destaca.

Ainda no mês de fevereiro está marcada uma outra reunião com o corpo técnico do Ministério do Trabalho a fim de prosseguir com as demandas decorrentes do processo de fiscalização e de regularização das Normas da Autarquia.

Fonte: cofen

Graduação em Enfermagem à Distância: Parece Brincadeira!

Minha gente, veja isso!
O nosso desmoralizado Ministério da Educação, aquele que prejudicou vários estudantes com as provas do ENEM e que sugeriu " dois pão " como vernáculo correto, voltou a fazer bobagem. Acreditem. Andou autorizando cursos de graduação em Enfermagem à distância. Assim é melhor não ter esse ministério. O que esses gestores têm na cabeça?
Apoio a recomendação do Conselho Federal de Enfermagem no sentido de suspender essa autorização aloprada.

Cofen recomenda que Cursos de Enfermagem à distância não sejam reconhecidos

Fonte: ANATEN

Pauta da marcha dos trabalhadores inclui 10% para saúde

As centrais sindicais CTB, CUT, CGTB, Força Sindical, NCST e UGT farão grande marcha a Brasília dia 6 de março. A Marcha da Classe Trabalhadora por Cidadania, Desenvolvimento e Valorização da Classe Trabalhadora tem o propósito de entregar a pauta de reivindicações dos trabalhadores à presidente Dilma Rousseff. A data coincide com o retorno das atividades legislativas e marcará a retomada das lutas unitárias das centrais por avanços para a classe trabalhadora. A pauta será entregue, também, aos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado e a lideranças partidárias das duas casas.
 
A pauta inclui pontos da Agenda da Conclat, elaborada pelas centrais em 2010, com oito pontos fundamentais como bandeiras: fim do fator previdenciário; redução da jornada de trabalho para 40h semanais, sem redução de salários; 10% do PIB para a educação; 10% do PIB para a saúde; reforma agrária; valorização das aposentadorias; ratificação das convenções 151 e 158 da OIT; e mudanças na política macroeconômica.
 
Os dirigentes das centrais reiteram a importância de o sindicalismo estar unificado para que retome o protagonismo e exerça pressão sobre o governo e o Congresso pela retomada do investimento público e em defesa da indústria nacional, fortalecendo o mercado interno e garantindo contrapartidas sociais. Outros setores da sociedade, como movimentos sociais e de juventude, serão chamados para se somarem à atividade. O evento busca reeditar as grandes marchas realizadas durante o governo Lula, que garantiram, entre outros avanços, a política de valorização do salário mínimo.
 
O financiamento da saúde no Brasil e no mundo foi tema de destaque no primeiro dia do Fórum Social Mundial - FSM, Temático, realizado de 26 a 31 de janeiro, em Porto Alegre (RS). Em todo o país, segundo pesquisas, a principal preocupação dos brasileiros é com a saúde. “Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, como na iniciativa do Movimento Saúde +10. Chegou a hora da emenda popular, chegou a hora de inverter as lógicas existentes e garantir a gestão pública eficiente para que tenhamos um SUS de qualidade, equidade e justiça”, destacou a vereadora Jussara Cony (PCdoB), que coordenou o debate. Segundo ela, é preciso garantir a dignidade dos trabalhadores da saúde.
 
Ronald Ferreira dos Santos, coordenador do Movimento Saúde +10, falou sobre a importância da defesa do SUS e o debate do financiamento do sistema ser tema do Fórum, um espaço democrático e participativo. “Há um consenso nacional sobre o financiamento da saúde no Brasil e todos defendem uma mudança concreta. Lembro que as grandes mudanças que ocorreram no Brasil foram fruto de amplos movimentos de setores da sociedade. O SUS foi resultado de uma ação popular, o povo brasileiro escreveu na Constituição de 1988 esse sistema de saúde. Portanto, temos, em torno da defesa da saúde pública e do seu justo financiamento, essa oportunidade e esse dever”, afirmou.
 
Durante o Fórum, foi realizado ato em defesa de mais recursos para a Saúde e arrecadadas assinaturas para que a proposta de lei de iniciativa popular, que determina a destinação de 10% do orçamento da União para a saúde, possa ser encaminhada ao Congresso Nacional. Segundo Ronald dos Santos, já foram coletadas cerca de 700 mil assinaturas em todo o país. A expectativa do Movimento Saúde +10 é ter 1,5 milhão de assinaturas até o dia 5 de abril, para serem entregues à presidenta Dilma Rousseff durante as atividades da semana em que é celebrado o dia mundial da saúde, em 7 de abril.
 
O Movimento Saúde + 10, coordenado pelo Conselho Nacional de Saúde, é composto por sindicatos, federações e confederações representativas de profissionais da saúde, entre elas a CNTS, conselhos profissionais, organizações da sociedade civil como a CNBB e a OAB, centrais sindicais, entidades estudantis e dezenas de outras organizações. O movimento começou em abril de 2012 e conta com o apoio de mais de 100 entidades nacionais. O objetivo principal é sensibilizar os brasileiros para ajudarem na construção de um sistema de saúde público justo e de qualidade para todos.
 
A presidente do Conselho Nacional de Saúde, Maria do Socorro de Souza, disse que a saúde não pode mais ser apenas o principal discurso em campanhas políticas. De acordo com ela, a pauta do CNS deve repercutir nos conselhos estaduais e deve ser um contraponto ao que a mídia propaga de negativo do SUS.  “Precisamos saber qual a concepção de saúde a sociedade quer, que não é aquela que tem foco apenas na assistência, certamente. Precisamos, também, definir qual o papel da saúde no projeto de um país desenvolvido”, afirmou.
 
Durante os últimos meses, conselheiros nacionais de Saúde visitaram os 27 estados e realizaram atos em diversos eventos, com o objetivo de unificar as iniciativas de coleta de assinaturas e destacar a vital importância de um processo nacionalmente coordenado. Os formulários devidamente preenchidos, com nome completo, filiação, dados do título eleitoral e assinaturas devem ser enviados ou entregues no Conselho Nacional de Saúde - Esplanada dos Ministérios, Bloco “G”, Edifício Anexo, Ala “B”, 1º andar, Sala 103B – CEP: 70058-900 - Brasília-DF. (Fonte: CNS, Fentas e Centrais)

Fonte e Autor:  Cnts  

Homenagem aos políticos amigos da Enfermagem



1005_30horas

O Fórum Nacional 30h Já COMUNICA a todos que estará realizando Homenagem aos Deputados Federais Amigos da Enfermagem, no dia 19.02.2013, na Câmara dos Deputados, Auditório Freitas Nobre, às 14h.
Orienta as entidades para que mandem pelo menos 01 (um) representante, pois esta atividade tem o objetivo de manter a Enfermagem em evidência na Câmara e demonstrar que estamos organizados e mobilizados na defesa dos interesses da categoria.
Vale lembrar que devemos empenhar todos os esforços possíveis para que o PL 2295/00 seja votado no primeiro semestre deste ano, pois no segundo haverá a Copa das Confederações e as possibilidades são quase que nulas.
O FÓRUM NACIONAL 30H JÁ CONTA COM O EMPENHO E PARTICIPAÇÃO DE TODOS – SINDICATOS, CORENS, ABENS, ANATENS E ESTUDANTES.

Brasília, 01 de fevereiro de 2013.
DIRETORIA DO FÓRUM NACIONAL 30H JÁ
Fonte: forum30horas

Vitite o portal de saúde do cidadão

Aqui você encontra informações importantes sobre saúde e atendimento de saúde.

Para acessar clique AQUI.

Histórico de participação do forum 30 horas em eventos para a Enfermagem


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

PASSEATA 30 HORAS JÁ! ENFERMAGEM!



Data: Quinta, 21 de fevereiro de 2013 à partir das 20h30 em Bagé/RS
Local: Praça Carlos Gomes (ao lado do Colégio Silveira Martins)


Caros colegas de uma das maiores classes trabalhadoras de nosso país, a Enfermagem, convido vocês a participarem desta passeata em prol das 30 horas.
A nossa classe que é fundamental para o andamento da saúde pública, é uma das mais defasadas com relação à salário e também havendo sobrecarga de trabalho.
36 horas semanais em um trabalho que é digno, porém com alto comprometimento físico e mental, acarreta em problemas na qualidade do serviço prestado pelo profissional.
Nossa classe, pede que seja reduzida a carga horária semanal para 30 horas, onde o profissional terá mais uma folga, para aproveitar melhor sua vida, e com isso, melhoria do desempenho profissional.


SE VOCÊ VAI PARTICIPAR DA PASSEATA E QUER NOS AJUDAR NA ORGANIZAÇÃO,  VÁ AO FACEBOOK DO EVENTO CLICANDO AQUI. CLIQUE EM PARTICIPAR, CURTA, COMPARTILHE E MANDE-ME UMA MENSAGEM.

A NOSSA CLASSE PRECISA SE UNIR!

EM VÁRIAS CIDADES DO PAÍS AS 30 HORAS JÁ SÃO UMA REALIDADE! VAMOS MOSTRAR QUE A REGIÃO DA CAMPANHA TAMBÉM NÃO ESTÁ PARADA, PARTICIPE!

COLEGAS DE BAGÉ, HULHA NEGRA, CANDIOTA, DOM PEDRITO, PINHEIRO MACHADO, SANTANA DO LIVRAMENTO, PEDRAS ALTAS, HERVAL, LAVRAS DO SUL, ACEGUÁ!


"Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer"
G. Vandré.

Mais um Requerimento de inclusão do PL 2295/2000 - Parece que os nobres Deputados continuarão com esse jogo: pedem mas não garantem a inclusão, para a maioria deles esta ação em sí é uma manifestação de apoio, para nós soa como jogo de cena. Espero que no dia em que entrar novamente na pauta eles tenham dignidade de votar em favor do povo e não de empresários (SANGUE-SUGAS) da saúde.

Logo C?mara dos Deputados
Acompanhamento de Proposições
Brasília, quarta-feira, 06 de fevereiro de 2013
 
Prezado(a) Washington Ramos Castro,
Informamos que as proposições abaixo sofreram movimentações.
 
  • PL-02295/2000 - Dispõe sobre a jornada de trabalho dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem.
 - 20/05/2009Apresentação do Requerimento nº 4819/2009, pelo Deputado Lázaro Botelho (PP-TO), que requer a inclusão na Ordem do Dia do PL nº 2295/2000, do Senado Federal, que "dispõe sobre a jornada de trabalho dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem".

Acompanhe por e-mail

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje