Salário digno para os profissionais de Enfermagem

Projeto de Lei 2573/2011, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem. Projeto de Lei 4924/2009, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem.

sábado, 11 de junho de 2011

Assembleia do Rio lança frente de apoio a microempresa

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro lança na próxima segunda-feira (13/06/2011) a Frente Parlamentar em Defesa das Micro e Pequenas Empresas. A frente suprapartidária inaugura seus debates reunindo empresários, a classe política e os cidadãos para a discutir a importância da aprovação da Projeto de Lei Complementar 591/10, em tramitação na Câmara dos Deputados.
O projeto prevê, entre outras mudanças, a ampliação do teto de faturamento para adesão ao Simples Nacional, de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões, e do Empreendedor Individual, de R$ 36 mil para R$ 48 mil ao ano.
O evento, organizado pelo Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio, tem parceria de Sescon, Sebrae no Rio de Janeiro e Frente Nacional Mista de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.
Serviço
Lançamento da Frente Parlamentar de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
Data: 13 de junho, às 9h
Local: Alerj Rua Primeiro de Março, s/n Palácio Tiradentes Plenário Barbosa Lima Sobrinho
Email: forumdesenvolvimentorj@alerj.rj.gov.br

Fonte: jusbrasil.com 

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Osmar Jr. apoia redução de jornada de trabalho dos enfermeiros.

Os profissionais da área de enfermagem travam uma luta para aprovação pelo Congresso Nacional do Projeto de Lei que regulamenta a jornada de Trabalho dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem de todo o país em 30 horas semanais. O projeto está aguardando a votação dos deputados federais que compõem o Plenário da Câmara, em Brasília.

Ao receber representantes do Conselho e Federação Nacional de Enfermagem, na tarde desta quarta-feira, o deputado Osmar Júnior se comprometeu também a levantar a discussão da matéria junto a bancada do PC do B . Ele garantiu aos líderes classistas que vai protocolar requerimento solicitando a inclusão do Projeto na pauta de votação.






A categoria está mobilizada nacionalmente para garantir a inclusão da matéria à apreciação dos parlamentares. “Essa é uma luta legítima que conta com a nossa simpatia”, diz Osmar. A afirmação foi feita durante o encontro que contou a participação de Mario Jorge (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Saúde), Antônio Marcos ( Conselho Federal de Enfermagem), Solange Caetano (presidente da Federação Nacional de Enfermagem) e Simone Peruzzo (Secretária da Associação Brasileira de Enfermagem) .


Fonte: vermelho.org

Osmar Júnior PC do B/PI faz requerimento 2.108 este é o 64º Requerimento de inclusão do PL 2295/2000.


REQUERIMENTO
(Do Sr. OSMAR JÚNIOR)




Solicita  a   inclusão  na  pauta  do
Projeto de Lei n. 2.295, de 2000.



Senhor Presidente,


Requeiro a Vossa Excelência, nos termos do art. 114, XIV, do Regimento Interno da Casa, a inclusão na Ordem do Dia do Plenário, do Projeto de Lei n. 2.295, de 2000, de autoria do Senado Federal, que Dispõe sobre a jornada de trabalho dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem.


Respeitosamente,


Sala das Sessões, em 08 de junho de 2011.


Deputado OSMAR JÚNIOR
Líder do PCdoB

Efraim Filho faz requerimento 2.051 este é o 63º Requerimento de inclusão do PL 2295/2000.

REQUERIMENTO N.º 2.051, DE 2011
(Do Sr. Efraim Filho)


Solicita  inclusão  na  Ordem  do Dia do
Projeto  de  Lei   nº 2.295 de 2000 que
“Dispõe sobre a jornada de trabalho dos
Enfermeiros,  Técnicos  e  Auxiliares de
Enfermagem”.




Senhor Presidente:



Requeiro a Vossa Excelência, nos termos do art. 114, inciso XIV, do Regimento Interno desta Casa, a inclusão na Ordem do Dia do Projeto de Lei nº 2.295 de 2000 que “Dispõe sobre a jornada de trabalho dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem”.


JUSTIFICATIVA

O Projeto de Lei nº 2.295 de 2000 que “Dispõe sobre a jornada de trabalho dos enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem” reúne medidas que levam à redução da carga horária para 30 horas semanais, nas entidades da rede pública e filantrópica. Atualmente a carga horária de trabalho da categoria é de 40
horas.
É muito importante que aconteça a redução na carga horária dessa categoria, pois é um trabalho onde existem várias tensões e riscos que podem ficar ainda maiores quando a jornada de trabalho é pesada.
As atividades relacionadas ao atendimento à saúde levam os trabalhadores mais rapidamente à fadiga, com conseqüências muitas vezes desastrosas para os usuários dos serviços.
Sua produtividade fica comprometida, e o trabalhador exposto a doenças profissionais e acidentes de trabalho. Em conseqüência, os usuários dos seus serviços também correm riscos maiores.


Os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem estão entre os poucos trabalhadores da saúde que ainda não foram contemplados com a redução da jornada de trabalho. A maior exposição à fadiga, causada pelo exercício de determinadas profissões, justifica, portanto, a fixação de jornadas reduzidas de trabalho.


Sala das Sessões, em de maio de 2011.


Efraim Filho
Deputado Federal
DEMOCRATAS/PB

Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS 2011

O Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS chega este ano à sua décima edição e premiará pesquisas em cinco categorias de pós-graduação, totalizando mais de R$ 55 mil em prêmios. As cinco categorias são: Tese de Doutorado, Dissertação de Mestrado, Trabalho Científico Publicado, Monografia de Especialização ou Residência e Acesso ao Sistema Único de Saúde – nova categoria instituída em comemoração aos 10 anos do Prêmio.

O objetivo é reconhecer e premiar trabalhos que apresentem avaliações e indicadores sobre o acesso, acolhimento e atendimento da população, visando à promoção da saúde e prevenção de doenças. Podem concorrer pesquisadores, estudiosos e profissionais de saúde ou de qualquer área científica com trabalho aprovado em banca, ou publicado no período de 13 de maio de 2010 a 12 de junho de 2011, com temática voltada para a área de Ciência e Tecnologia em Saúde e Potencial de Incorporação pelo SUS. As inscrições podem ser feitas a partir das 10h do dia 13 de junho até às 23h59min de 29 de julho, pelo site www.saude.gov.br/premio.



Fonte: olharvital.ufrj.br

A Enfermagem, como campo de conhecimento específico e como prática social, se consolida e se fortalece como ciência, tecnologia e inovação.


A Pós-Graduação da Enfermagem Brasileira tem incrementado a formação e qualificação de recursos humanos, titulando mestres, desde o inicio da década de 70; e doutores, a partir dos anos 80. Os mestres e doutores desenvolvem pesquisas cientificas alicerçadas nas especificidades e diversidades da prática profissional nos mais variados cenários; articulando e integrando conhecimentos com outros setores determinantes da vida e da saúde, para um melhor cuidado de Enfermagem à necessidade em saúde do cidadão. Nesse sentido, os resultados de pesquisa contribuem para conferir à Enfermagem o estatuto de ciência, produzem impacto na qualidade do cuidado em saúde e na educação em Enfermagem, e geram novas investigações.

O crescimento quantitativo/ qualitativo de Programas/Cursos de Pós-graduação e sua expansão geográfica refletem-se no aumento do volume da produção de conhecimentos científicos e tecnológicos, das publicações em periódicos de impacto, e em maior número de recursos humanos qualificados.

Os Programas/Cursos de Pós-graduação são organizados em áreas de concentração, linhas e projetos de pesquisas, com estruturas curriculares pertinentes, abrangentes e consonantes com o corpo de conhecimento e a especificidade da Enfermagem no campo da Saúde.

Na ultima avaliação trienal (2007-2010) os 35 programas de pós-graduação e 49 cursos (mestrado e doutorado) pela CAPES estão assim distribuidos: 32 mestrados acadêmicos, dois mestrados profissionais e treze cursos de doutorado. O resultado da avaliação indicou que nove cursos de mestrado, sendo oito acadêmicos e um profissional, receberam nota 3, sendo qualificado como detentor de um desempenho regular. Aqueles cursos que receberam nota 4 foram qualificados como possuidores de um bom desempenho, ou seja, 12 cursos foram incluídos nesse perfil, sendo 10 de mestrado e dois de doutorado. A nota 5 foi atribuída a 22 cursos, sendo 11 de mestrado e 11 de doutorado, os quais foram qualificados entre aqueles que atingiram um nível "muito bom". Para os que apresentaram notas 6, dois cursos de doutorado e dois de mestrado, pertencentes a dois programas (enfermagem de saúde pública e enfermagem fundamental), ambos da EERP/USP, foram considerados de "ao alto padrão internacional".

Até dezembro de 2010, a área da Enfermagem contava com 45 Programas de Pós-Graduaçãostricto sensu em Enfermagem credenciados pela CAPES, com um total de 58 cursos, sendo 22 doutorados em Enfermagem, 35 mestrados acadêmicos; e três mestrados profissionais em Enfermagem. A pesquisa em Enfermagem está institucionalmente estruturada em 444 grupos de pesquisa cadastrados no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq, mais de 130 pesquisadores com bolsa de produtividade em pesquisa do CNPq e um CA-EF - Comitê Assessor da Área da Enfermagem no CNPq. A produção de conhecimentos avança apoiada pelo olhar da diversidade cultural, interdisciplinaridade, intersetorialidade e da complexidade, com ganhos e retornos significativos para as necessidades sociais e com impactos internos, regionais, nacional e internacional.

A Enfermagem na CAPES e no CNPQ mostra-se como uma área em franco processo de consolidação, considerando o alcance da internacionalização pela visibilidade e inserção internacional, a partir das fortalezas regionais e liderança na América Latina, buscando aproximação com os Cursos de Doutorado em Enfermagem existentes em mais de 32 países, alguns dos quais, desde a década de 60.

A Enfermagem representa, aproximadamente, 60% dos trabalhadores do Sistema Único de Saúde, mais de um milhão de profissionais de Enfermagem, mostrando-se resolutiva e contributiva na atenção à saúde da população, mediante a construção de conhecimentos que contribuem para promover o ser/viver melhor e com melhor saúde. A relevância social do conhecimento e dos saberes da Enfermagem é reconhecida por meio de competências e instrumental tecnológico frente a expansão dos cursos de graduação em Enfermagem e à demanda de cuidado qualificado na atenção à saúde.

Sua autonomia vem sendo conquistada e consolidada pelo incremento de políticas que fortalecem suas especificidades e incorporam novas ações de domínio próprio. Registram-se avanços nas articulações e parcerias de esforço coletivo, apoiados pelas organizações profissionais da Enfermagem, no alcance de metas para o incremento da construção de conhecimentos relevantes e inovadores, como uma prática social desafiadora e promissora.

O cuidado ao ser humano é um valor, um bem social inalienável para promover e manter a vida e o morrer com dignidade. A competência técnico-científica de cuidar do cidadão, no seu processo saúde e doença e no contexto ambiental e social do viver humano, requer a produção de conhecimentos avançados, de natureza biológica, sócio-humanista e sócio-crítica. A abrangência da ciência da Enfermagem tem interface e interdependência com diversos campos de conhecimentos, e contribui para a formulação de políticas públicas sociais e de cuidados.

OS 15 SENPES ANTERIORES
1º Senpe foi realizado em 1979, Ribeirão Preto, Tema - situação da pesquisa em enfermagem no Brasil. 2º Senpe realizou-se em 1982, Tema - Classificação preliminar das áreas e linhas de pesquisa em enfermagem, 3º Senpe foi realizado em1984, Tematicas: reflexão sobre a construção histórica do corpo de conhecimentos de enfermagem e as implicações da adoção de diferentes abordagens teórico-metodológicas na pesquisa em enfermagem, origem e posição das teorias de enfermagem, produção científica e pós-graduação. 4º Senpe, realizado em 1985, Temas: as tendências da pesquisa nas várias especialidades da enfermagem, abordagens teóricas, metodológicas, questões éticas e práticas da pesquisa em enfermagem, o processo de orientação de dissertações/teses, relações entre os programas de pós-graduação e os órgãos de fomento e a incorporação dos resultados da pesquisa na prática da enfermagem. 5º Senpe foi realizado em Belo Horizonte em 1988, Tema - Questões da pesquisa relacionadas aos serviços de enfermagem. 6º Senpe foi realizado no Rio de Janeiro, em 1991, Tema central: Trabalho e Pesquisa em Enfermagem. 7º Senpe, realizado em Fortaleza, em 1994, Tema Central: Pesquisa-Ensino-Assistência, o desafio profissional 8º Senpe realizou-se em 1995, na cidade de Ribeirão Preto Tema central: Pesquisa no cotidiano de Enfermagem O 9º Senpe, realizado em 1997, na cidade de Vitória do Espírito SantoTema central: "Necessidades da profissão e da sociedade: Diretrizes para a Pesquisa em Enfermagem" 10º Senpe, realizado em 1999, na serra gaúcha - Gramado/RS Tema central: "A Interdependência do Cuidar e do Pesquisar na Enfermagem", 11º Senpe foi realizado em 2001, em Belém do Pará, Tema oficial: "A pesquisa no espaço da Enfermagem: multiplicidade e complexidade" 12º Senpe, realizado em 2003, na cidade histórica de Porto Seguro/BA, Tema "Interface da pesquisa em enfermagem: aproximando o ensino e o cuidado com outros campos do conhecimento", 13º Senpe, realizado em 2005, na cidade de São Luis do Maranhão, Tema central: "A pesquisa em Enfermagem e a sua expressão na atenção à saúde". O 14º Senpe foi realizado em 2007, na cidade de Florianópolis/SC. Tema oficial: "Políticas de Pesquisa em Enfermagem". O 15º Senpe, 2009, Rio de Janeiro Tema central: "Enfermagem: conhecimento, cuidado e cidadania".



Fonte: ABEnEventos

Pesquisa desenvolve padrão de peso para recém-nascidos brasileiros


Um bebê que nasce no Rio de Janeiro com 3,8 kg pode ser considerado grande pelo padrão americano de peso ao nascimento, em vigor tanto no Brasil quanto em diversos outros países. Da mesma forma, um recém-nascido carioca com 2,280 kg pode não ser exatamente um prematuro, que precise de cuidados neonatais. Avaliar bebês brasileiros pelo padrão americano – que é a atual referência usada no Brasil – não leva em consideração as características de uma população multiétnica como a nossa. Isso, no entanto, começa a mudar.
De posse das informações contidas no banco de dados referentes a nascimentos do Sistema Único de Saúde (SUS), os pesquisadores Elaine Sobral da Costa, do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG), hospital pediátrico universitário ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Carlos Pedreira da Faculdade de Medicina e do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação em Engenharia e Pesquisa (Coppe), da UFRJ, e Cientista do Nosso Estado, da FAPERJ; Sylvia Porto, do Hospital dos Servidores do Estado (HSE) e também do IPPMG; e Francisco Carlos Pinto, da Universidade Federal Fluminense (UFF), traçaram um novo padrão de avaliação de peso esperado pelo tempo de gravidez, específico para a população brasileira. O estudo – que também é o mais abrangente feito no mundo até agora, por trabalhar os dados de 8 milhões de nascimentos no País entre 2003 e 2005 – ganhou o prêmio Nicola Albano, da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), como o melhor trabalho apresentado no último Congresso Brasileiro de Perinatologia, em novembro de 2010. O estudo está sendo publicado em junho nos Anais da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e estará disponível em acesso aberto pela internet para que todos possam consultar as novas tabelas.
Colaboração transdisciplinar, o novo padrão é resultado de um trabalho que além dos médicos envolve também um estatístico da UFF e um engenheiro da Coppe. "A princípio, baixamos o banco de dados do SUS para analisar fatores de risco ao nascimento. Mas logo resolvemos ampliar para desenvolver possibilidade de estabelecer o padrão brasileiro, e fomos nesta direção", fala Elaine, que é Jovem Cientista do Nosso Estado pela FAPERJ, programa que lhe proporcionou recursos para o trabalho. 
A iniciativa é bastante oportuna. Como bebês de baixo peso, como é o caso de todo prematuro, são vulneráveis a diversas doenças, que podem ter início ao nascimento e deixar sequelas futuras, é preciso haver intervenção médica para evitar que isso aconteça. Mas essa avaliação precisa ser o mais acurada possível. "Os recém-nascidos brasileiros podem ser considerados pequenos, segundo os padrões americanos. E têm tamanho e peso bastante variado, o que reflete a grande diversidade da nossa população, grandemente miscigenada. Os gráficos e tabelas que elaboramos ajudarão pediatras e neonatologistas a identificar se uma criança nasceu com o peso adequado para a idade gestacional correspondente", analisa Elaine. Essa relação indica também se a gestação foi saudável, permite o prognóstico de doenças e, no caso de bebês prematuros, possibilita agilizar o início do tratamento. E, principalmente, por se tratar de dados que abrangem de norte ao sul do País, o trabalho também leva em conta as variações das populações regionais.
"Para os bebês de peso intermediário, não há problema. Mas para aqueles que estão nos pesos limítrofes, um médico pode ser induzido a um engano de avaliação. Um bebê que nasça com peso no limite mínimo de 2,280 kg, por exemplo, mas que no acompanhamento pré-natal veio apresentando peso correspondente à idade gestacional é diferente de outro que, embora com o mesmo peso, é filho de mãe hipertensa ou fumante", explica Elaine. Segundo a pesquisadora, nesses casos, a circulação sanguínea do bebê é prejudicada. O pouco oxigênio que ele recebe é enviado para as áreas mais nobres do organismo, como o cérebro. Com isso, órgãos como o intestino precisarão de certos cuidados quando o bebê nasce. "Ao contrário dos recém-nascidos com peso apropriado, esse bebê não poderá ser alimentado de imediato, nem mamar à vontade. Seu intestino precisará de algumas horas de adaptação antes que ele seja alimentado", explica.
Da mesma forma, um bebê que nasce grande para a idade gestacional pode ser filho de mãe diabética, o que significa que os altos níveis de glicose no sangue materno terminam sendo passados ao bebê, que por sua vez passa a ter taxas de insulina altas. Nesse caso, o nascimento passa a ser um momento crucial, já que esse bebê exigirá cuidados especiais para monitoramento de seus níveis de insulina e glicose. "Com esses cuidados iniciais, o organismo do recém-nascido se adapta e passa a funcionar normalmente. Mas esse é um momento fundamental para o desenvolvimento cerebral. E sem essa intervenção, pode significar problemas crônicos de aprendizado para a criança pelo resto da vida", esclarece. Por outro lado, um bebê grande de mãe saudável, que teve peso correspondente à idade gestacional nos exames pré-natais, pode se constituir em um recém-nato inteiramente saudável, não precisando se submeter a exames mais aprofundados.
Segundo Elaine, já houve, em 1995, uma tentativa brasileira de desenvolver um padrão de peso brasileiro. "Mas ela foi realizada apenas em Brasília e analisou somente 4,4 mil casos, e embora esteja mais próxima da atual, não é tão abrangente como a que fizemos agora." Mesmo o padrão americano, atualmente em vigor, resulta de estudo realizado na década de 1990, com aproximadamente 3 milhões de nascimentos, ou seja, um número bem menor do que o trabalho desenvolvido pela equipe fluminense. Os pesquisadores agora esperam que o trabalho, laureado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, ganhe a recomendação do Ministério da Saúde (MS), para se tornar referência nacional.

Fonte: FAPERJ

I Fórum Carioca de Ciências e Técnologia na Abordagem de Feridas - UERJ

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Vereador paulista sofre ameaças por denunciar falcatruas.

Boletim EXTRA: Vereador Carlos Neder é alvo de ameaças

Boletim São Paulo, Segunda-feira, 06 de Junho de 2011

Boletim EXTRA: Vereador Carlos Neder é alvo de ameaças

Órgãos de segurança foram acionados para reforçar esquema de proteção ao vereador paulistano Carlos Neder e à família dele. O vereador vem sofrendo ameaças desde que iniciou série de denúncias sobre a Associação Beneficente Hospitais Sorocabana, entidade ligada ao Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Sorocabana, que é proprietária dos Hospitais Sorocabana da Lapa, na capital paulista, e Hospital Sorocabana de Botucatu.
Outras denúncias dizem respeito a contratos firmados pela Secretaria Municipal de Saúde, a Autarquia Hospitalar Municipal, Organizações Sociais e Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público que atuam em São Paulo. Em decorrência das investigações, realizadas no exercício do mandato parlamentar, Neder fez pronunciamentos na tribuna da Câmara Municipal de São Paulo, encaminhou Requerimento de Informações ao Executivo, propôs a instalação de CPI sobre o tema e promoveu Representações à Polícia Federal, ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Município. Ou seja, fez o que era sua obrigação e o que estava ao seu alcance como agente público. Saiba mais.

ATO PACÍFICO DE APOIO AOS BOMBEIROS MILITARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E REPÚDIO À PRISÃO DOS 439 HERÓIS

Todos eles são chefes de família e só clamam para serem tratados com DIGNIDADE (qualidade da pessoa humana, tão importante que a Constituição brasileira elege, no inciso III do artigo 1º, como um dos fundamentos da República).
Contamos com vocês neste Domingo, 12/06, às 9h, em frente ao Copacabana Palace. Por favor venham de vermelho, se você for estudante, pedimos que venha uniformizado e com rosto pintado de vermelho.
Vamos juntos dizer não ao autoritarismo, à repressão e a violência contra os trabalhadores!

OAB diz que prisão dos 439 bombeiros rebelados é irregular


07/06/2011 - As prisões dos 439 bombeiros que invadiram o quartel central da corporação na noite da última sexta-feira, dia 3, se tornaram irregulares, pois não foram comunicadas no prazo legal à Auditoria Militar do Tribunal de Justiça do Rio (TJ/RJ). A acusação é da presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio (OAB-RJ), Margarida Pressburger.
Segundo ela, a comunicação à Justiça deveria ter ocorrido em, no máximo, 24 horas. O prazo é determinado pelo Código de Processo Penal Militar. De acordo com a Assessoria de Imprensa do TJ/RJ, a comunicação foi feita apenas às 19h de ontem, mais de 60 horas após as prisões. "Na teoria, eles já deveriam ter sido soltos. Na prática, estamos indo visitá-los presos nas unidades", explicou Margarida.
Nove militares estão isolados dos demais presos. Segundo manifestantes, são os líderes do movimento. A Secretaria Estadual de Saúde e a Defesa Civil não explicaram por que somente os nove foram transferidos a outras unidades. Em Niterói, Região Metropolitana do Rio, outros 430 bombeiros estão na 3ª Policlínica do Corpo de Bombeiros.
Enquanto os bombeiros continuam em estado de greve, com operações-padrão nos quartéis e manifestações pela cidade, o governo do Estado do Rio não se entende sobre as negociações com a categoria. De manhã, após solenidade do Palácio Guanabara, o governador se recusou a falar sobre o assunto. Seu braço direito, o secretário de Estado da Casa Civil, confirmou que as conversas com os bombeiros foram encerradas após o episódio no quartel.
A posição contradiz o que o novo comandante da corporação, coronel Sérgio Simões, tentou passar para tropa ao longo do dia. Ele esteve em dois quartéis ontem e pretende passar o dia de hoje nos grupamentos marítimos - unidades onde começaram as manifestações, há cerca de três meses. "Esse canal de comunicação sempre vai haver e é por meu intermédio que o governador vai saber das coisas. Até para questões salariais."
Liderado por guarda-vidas, o movimento segue dividido após a prisão do cabo Benevenuto Daciolo, no sábado. Ontem, em uma reunião tensa, representantes de 12 associações de classe dos bombeiros tentaram fechar acordo para uma pauta de reivindicações conjunta com os ativistas das manifestações. No entanto, a prioridade dos militantes é a libertação dos 439 presos.
Os dirigentes de entidades insistem em uma campanha pela aprovação do Projeto de Emenda Constitucional 300, que equipara os vencimentos dos policiais bombeiros de todo o País. Representantes de associações dos clubes de soldados, sargentos e oficiais chamam de inexequíveis as propostas dos guarda-vidas.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Vagas para Enfermeiros de Resgate.


Selecionamos Enfermeiro para trabalhar em Empresa de Resgate Médico ( Rio de Janeiro ) . 


Desejável exp na função. Com exp mínima de 2 anos. Cv para: claudia@tclrh.com.br

Precedente jurídico para a contagem especial de tempo de serviço para aposentadoria especial no serviço público. A Enfermagem também pode ganhar!

CRO- RJ
REVISTA DO CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO DE JANEIRO - ANO XXVIII - N. 05 - MAIO DE 2011

DEFERIDO!
STF CONCEDE MANDADO DE INJUÇÃO DO CRO-RJ PARA CONCESSÃO DE APOSENTADORIA ESPECIAL AOS CD´S QUE ATUAM NO SERVIÇO PÚBLICO.


Após dois anos de avaliação, o CRO-RJ teve mandado de injunção deferido pelo STF. A medida, uma éspecie de ação constitucional, tem como objetivo viabilizar o direito a aposentadoria especial para os cirurgiões-dentistas.
A decisão do STF representa uma vitória da classe. a ação foi impetrada pelo CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO DE JANEIRO, mas pode abrir precedente e beneficiar oss profissionais de outros estados tb, garante o presidente do CRO-RJ, afonso fernandes rocha. Ele lembra que a tese fundamentada pelo DEPARTAMENTO JURÍDICO DO CRO-RJ foi muito bem fundamentada. " Apresentou requisitos pertinentes " , completa. O dirigente destaca quee pela inexist~encia de norma regulamentadora, não estava sendo possível o exercício do direito constitucionalmente garantido a aposentadoria especial para os seus inscritos quee atuam no serviço público. 
O responsavel pelo setor, o adovgado ROGÉRIO PEDROSA, sempre foi basatante otimista nesse caso.  "Havia precedente da CORTE COSTITUCIONAL, o STF, e a PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA já havia oferecido parecer pela procedência do pleito.A aprovação seria uma consequencia comenta.
A resposta positiva do CRO-RJ, foi publicada no inicio de abril passado. A decisão do STF foi clara no sentidod a concessão: para ter direito a aposentadoria especial, o servidor deve comprovar a admininstração ter trabalhado ininterruptamente, em contato com agentes nocivos a saude ou a integridade física , durante 15 ,20,25 anos ( parágrafo 3 e 4 do artigo 57 da lei 8.213/1991) . Caberá a autoridade administrativa a verificação do atendimento dos requisitos necessários a concessão de a´posentadoria especial, como tempo de serviço nas condições prejudiciais, apresentação de laudo pericial , entre outros.
 " Ante o exposto, concedo parcialmente a ordem , tão somente para determinar a autoridade administrativa que analise o requerimento de aposentadoria especial dos representados pelo impetrante à luz da disciplina conferida aos trabalhadores em geral, de modo a verificar se o servidor comprova- inclusive por meio de laudo técnico circunstanciado de condições ambientais das atividades exercidas - ter exercido suas atividades em contato com os agentes nocivos, listados no ANEXO XI do Regulamento da Previdência Social ( DECRETO 3.048/1999), de forma initerrupta durante o tempo ali determinado, determina o MINISTRO GILMAR MENDES.
JURISPRUDÊNCIA DO CASO:
O MANDADO DE INJUÇÃO impetrado pelo CRO-RJ teve também a relatoria do MINISTRO CEZAR PELUSO, que o encaminhou a ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO para análise , bem como "a PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA.
A decisão e a relatoria final couberam ao MINISTRO gilmar mendes. Ele analisou a solicitação do CRO-RJ, que informava sobre a realidade de cirurgiões- dentistas que desempenham suas funções de forma permanente, em contato com agentes nocivos a saúde e a integridade física, pleiteando assim, a aplicação aqueles que sejam servidores públicos, o disposto na legislação que regulamenta a aposentadoria especial dos trabalhadores do setor privado - a exemplo do artigo 57, da lei 8.213/1991.
Ele baseou sua decisão na jurisprudência do caso. Primeiramente, verificou a inexistência da lei regulamentadora do direito dos servidores publicos "a aposentadoria especial para os que exercem aividade nas condições do parágrafo 4 do artigo 40 da CONSTITUIÇÃO FEDERAL.
GILMAR MENDES recorreu a outras decisões precedentes para casos semelhantes, como o MANDADO DE INJUÇÃO 721 ( de relatoria do MINIISTRO MARCO AURÉLIO ) . NESTE ,foi analisado o requerimento para a aposentadoria especial formulado por servidora pública  que realizara, por mais de 25 anos , atividade insalubre, Em todas as decisões deferiu-se parcialmente a ordem de determinar a análise do caso dos impetrantes representados a luz dos dispostos na disciplina conferida aos trabalhadores em geral., justifica o ministro relator GILMAR MENDES.

MANDADO DE INJUÇÃIO, REMEDIO JURIDICO MAIS INDICADO PARA O CASO.
O pleito da autarquia foi fundamentado em recentes decisões juducuais, buscando a efetivação do direito previsto no artigo 40, parágrafo 4, da CONSTITUIÇÃO FEDERAL de 1988, que, com redação modificada pela ememnda constitucional n: 47/2005,assegurando aposentadoria especial aos servidores públicos da UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS, cujas atividades sejam exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física, nos termos definidos em leis complementares.
Desta forma, nos termos da lei regulamnetar, a CONSTITUIÇÃO assegura aposentadoria especial aos servidores públicos que atuem sob condições insalubres e perigosas. ROGÉRIO PEDROSA, explica que, não se verificou a edição da LEI COMPLEMENTAR, razão pela qual os servidores públicos beneficiários da norma constitucional em destaque estavam privados, por inércia legislativa, do direito previdenciário descrito no sistema fundamental, ou seja, da aposentadoria especial.
" Assim é que , a defesa dos cirurgiões-dentistas se lastreava de um lado , pela ausência de uma norma regulamentar indicada na Constituição e , de outro, no fato de que conforme reconhecido pelo MINISTÉRIO DO TRABALHO da Portaria MTB N. 3.214/78, o cirurgião dentista exerce atividade insalubre, pois se expõe permanentemente ao risco de contaminação por diversos agentes infecto-contagiosos, em especial os biológicos/patológicos que ordinariamnete são encontrados em seus instrumentos e ambiente de trabalho, onde o contato direto com sangue e mucosas dos pacientes faz parte dessa rotina" ,esclarece.
O Mandado de Injução impetrado pelo CRO-RJ é legitimado também pela CONSTITUIÇÃO FEDERAL. O artigo 5, inciso LXXI, da Carta MAGNA, estabelece que concederse-á mandadode injução sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável o exercicio dos direitos e liberdades constitucionais., hipótese desta feita consubstanciada na impossibilidade do cirurgião-dentista servidor público, que reconhecidamente exerce atividade insalubre, usufruir da aposentadoria especial prevista no artigo 40, parágrafo 4, da  CONSTITUIÇÃO FEDERAL.
Nessas circunstâncias busca-se a CORTE SUPREMA do PODER JUDICIÁRIO , reconhecendo o estado de mora da edição da LEI COMPLEMENTAR exigida pela CONSTITUIÇÃO FEDERAL como imprescindível à aposentadoria especial do servidor público, produza a norma e , assim, supra a lacuna/omissão e possibilite o regular exercício do aludido direito, complementa.

DEPUTADO PROPÕE QUE PREMIOS DA LOTERIA NÃO RECLAMADOS SEJAM DESTINADOS A SAÚDE


Em pronunciamento nesta quarta-feira (8), o senador Paulo Davim (PV-RN) anunciou a apresentação de projeto de lei de sua autoria que destina os prêmios não reclamados e prescritos das loterias ao Fundo Nacional de Saúde. Ele explicou que o objetivo da proposta e favorecer a ampliação do Programa de Saúde da Família, informando que o valor dos prêmios não reclamados pelos apostadores atingiu R$ 169 milhões em 2010.
Davim lembrou que a destinação social das loterias já contempla alguns setores, e que também seria razoável que a área da saúde, onde são investidos hoje apenas 4% do Produto Interno Bruto (PIB), pudesse desfrutar desse tipo de recurso alternativo. Em 2010, segundo o senador, as loterias destinaram R$ 369 milhões para o Ministério dos Esportes; R$ 34 milhões para os clubes desportivos; R$ 143 milhões para o Comitê Olímpico Brasileiro (COB); e R$ 25 milhões para o Comitê Paraolímpico.
Ainda segundo o senador, R$ 624 milhões foram destinados ao Fundo de Investimento do Estudante Superior (Fies); R$ 249 milhões para o Fundo Nacional de Cultura; R$ 264 milhões para o Fundo Penitenciário; R$ 1,459 bilhão para a Seguridade Social; e R$ 3 milhões para as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) e a Cruz Vermelha.
Outro projeto, também já apresentado por Paulo Davim, destina 15% do total obtido com as multas de trânsito para a área da saúde. Os recursos seriam aplicados exclusivamente em hospitais de trauma, considerando que os gastos do Sistema Único de Saúde (SUS) foram de R$ 200 bilhões em 2010, se computadas apenas as despesas com as internações de vítimas de acidentes.

Sindicato dos Enfermeiros visita enfermeira bombeira presa Lucrécia que está em uma cela no quartel do Méier


A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Rio de Janeiro (Sindenferj), Mônica Armada, juntamente com o presidente do Conselho Regional de Enfermagem, Pedro de Jesus, e a deputada estadual Enfermeira Rejane (PCdoB - RJ) visitou nesta quinta-feira, dia 09, a primeira - tenente enfermeira bombeira, Lucrécia Belo Fonseca, no quartel do Meier. Ela é a única oficial mulher que está detida devido à manifestação no quartel, no último sábado, dia 04.
A enfermeira se encontrava em uma cela comum, trancafiada por cadeado, grades e restrição de visitas.
“Viemos checar o que está acontecendo com essa enfermeira e com os demais presos em outros quartéis. Isso aqui é uma irregularidade. Ela, como militar, deve ficar em uma sala de reclusão e não em uma cela. A corregedoria tem que mudar essa situação e transferi-la”, declarou Mônica.
A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados, formada pelo deputado Protógenes Queiroz (PC do B), Alessandro Molon (PT –RJ) e Mendonça Prado (DEM – SE), também estava no quartel do Méier. De acordo com os parlamentares, se a enfermeira não for transferida até o fim do dia, a Comissão vai entrar com uma denúncia contra a corregedoria.
A enfermeira bombeira ainda não tinha local e nem horário definido para ser transferida. Mas, devido à pressão imposta pelo Sindicato, as demais entidades da enfermagem e parlamentares, a cela onde estava foi imediatamente aberta e o celular devolvido.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Concurso Prefeitura de Sumidouro – Inscrições até 12 de junho


A Prefeitura de Sumidouro, Estado do Rio de Janeiro, lançou edital para realização de concurso público e formação de cadastro reserva. O concurso de Sumidouro é destinado ao provimento de 76 vagas, em cargos de todos os níveis de escolaridade. O salário varia de R$ 545,00 a R$ 1.441,22, com carga horária de 16 a 40h semanais de acordo com o cargo.
Para participar do concurso o candidato precisa ter o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo. Serão reservados 5% das vagas a candidatos portadores de deficiência.
Candidatos com ensino fundamental podem se inscrever no cargo de Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Creche, Guarda Municipal, Merendeira, Motorista e Operador de Máquinas Pesadas. Quem tem o ensino médio as chances são para Assistente Administrativo, Coordenador de Turno, Fiscal de Obras, Fiscal de Posturas, Fiscal de Tributos, Técnico em Aparelho Gessado, Técnico em Contabilidade, Técnico em Enfermagem e Técnico em Prótese Dentária. Já para quem concluiu o ensino superior as oportunidades são para Arquiteto, Bioquímico­/farmacêutico, Cirurgião Dentista Protesista, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Médico, Nutricionista, Professor, Psicólogo, Psicopedagogo e Terapeuta Ocupacional.
Inscrições
Os interessados podem fazer suas inscrições, por meio da internet, através do endereço  eletrônicohttp://www.msconcursos.com.br/, até o dia 12 de junho de 2011.
A taxa de inscrição é de:
R$ 16,70 e 17,75, para nível fundamental;
R$ 27,90, nível médio;
R$ 44,15, nível superior.
Provas
A prova objetiva está prevista para o dia 10 de julho de 2011, no município de Sumidouro ­ RJ, em local e horário que serão divulgados oportunamente no endereço eletrônico http://www.msconcursos.com.br/.
Validade
O prazo de validade do concurso de Sumidouro será de 2 anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez e por igual período, a critério exclusivo do Poder Executivo do Município de Sumidouro/RJ.

Fonte: rjconcursos.com

Salários de até R$ 4.274,40 em Cruzeiro do Oeste - PR (Enfermeiros)


Com um total de 67 vagas e salários entre R$ 614,45 e R$ 4.274,40, a prefeitura paranaense de Cruzeiro do Oeste, a 561 km de Curitiba e com 20 mil e 407 habitantes, anunciou para o dia 20 deste mês a abertura de inscrições para dois concursos públicos de provas e títulos. As oportunidades são para profissionais de nível Fundamental, Médio e Superior.
Os interessados devem inscrever-se até 19 de julho de 2011, às 23h59min, pelo endereço eletrônico www.uem.br/concurso, sob taxa de R$ 30,00, R$ 50,00 ou R$ 80,00, de acordo com a função pretendida.
De acordo com os editais, as provas objetivas serão realizadas no dia 7 de agosto de 2011, no período da manhã, no horário das 9h e pela tarde, às 15h. No dia 19 do mesmo mês será possível ter acesso ao resultado nas avaliações no site da organizadora e em 19 de setembro serão publicados os resultados finais.
Cargos - Advogado, Agente da Defesa Civil, Agente Sanitário, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Laboratório, Auxiliar de Serviços Gerais, Borracheiro, Cirurgião Dentista - Endodontia, Contador, Coveiro, Educador Infantil, Eletricista, Enfermeiro, Farmacêutico, Farmacêutico Bioquímico, Fisioterapeuta - 30 e 20 h/s, Fonoaudiólogo, Lubrificador, Mecânico, Médico - Clínico Geral, Médico - Ginecologista e Obstetra, Merendeiro, Motorista (categorias D e E), Nutricionista, Operador de Máquinas, Operário, Pedreiro, Professor da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Professor de Educação Especial - Deficiência Mental, Professor de Educação Especial - Deficiência Visual, Profissional de Educação Física, Psicólogo, Secretário Escolar, Técnico Agrícola, Técnico Desportivo, Técnico em Informática, Técnico em Edificações - Construção Civil, Técnico em Radiologia, Técnico em Segurança do Trabalho, Telefonista, Torneiro Mecânico, Tratorista e Vigia.
Empregos - Psicólogo e Assistente Social (Centro de Referência Especializada de Assistência Social - CREAS, Centro de Referência de Assistência Social - CRAS, Centro de Referência da Juventude, Pró-Jovem - CRJ, Programa de Atenção Integral à Família - PAIF), Agente da Dengue (Programa Agentes da Dengue), Agentes Sociais (Programa Bolsa Família) , Auxiliar de Saúde Bucal, Dentista e Técnico em Saúde Bucal (Programa Estratégia de Saúde Bucal), Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Enfermagem, Enfermeiro e Médico - Clínico Geral (Programa Saúde da Família).

Fonte: pciconcursos.com

INFRAERO abre vagas de Nível Médio e Superior com salário de até R$ 4.839,19


Concurso Público:
A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - Infraero (www.infraero.gov.br), em contrato celebrado com a Fundação Carlos Chagas, faz saber que será realizado Concurso Público destinado à formação de cadastro de reserva para os seguintes cargos:
Nível Superior: Analista Superior I - Arquivista, Assistente Social, Biólogo, Especialista em Comunicação Social - Jornalismo, Especialista em Comunicação Social - Publicidade, Especialista em Comunicação Social - Relações Públicas, Pedagogo, Psicólogo, Analista Superior II - Administrador, Advogado, Auditor, Contador, Economista, Analista Superior III - Analista de Sistemas - Banco de Dados e Administrador de Dados, Analista de Sistemas - Desenvolvimento e Manutenção, Analista de Sistemas - Engenharia de Software, Analista de Sistemas - Gestão de TI, Analista de Sistemas - Rede e Suporte, Analista de Sistemas - Segurança da Informação, Especialista em Navegação Aérea, Médico do Trabalho, Meteorologista, Analista Superior IV - Arquiteto, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Cartógrafo, Engenheiro Civil, Engenheiro Civil - Estruturas, Engenheiro Civil - Hidrossanitário, Engenheiro Civil - Manutenção Predial, Engenheiro Civil - Orçamentação, Engenheiro Civil - Pavimentação, Engenheiro de Infraestrutura Aeronáutica (Engenheiro Civil Aeronáutica), Engenheiro de Segurança do Trabalho, Engenheiro de Telecomunicações, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Eletricista - Modalidade Eletrônica, Engenheiro Eletrônico, Engenheiro Eletrônico - Automação Predial/Industrial, Engenheiro Eletrônico - Sistema de Proteção ao Voo, Engenheiro Florestal, Engenheiro Mecânico, Engenheiro Mecatrônico, Engenheiro Sanitarista;
Nível Médio: Cadastro Reserva Operacional - Profissional de Navegação Aérea, Profissional de Tráfego Aéreo, Profissional de Engenharia e Manutenção - Desenhista Projetista, Técnico em Edificações, Técnico em Eletrônica, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Estradas, Técnico em Mecânica, Topógrafo, Profissional de Serviços Técnicos - Auxiliar de Enfermagem do Trabalho, Técnico em Contabilidade, Técnico em Segurança do Trabalho.
Das Inscrições:
  • As inscrições ao Concurso serão realizadas exclusivamente no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), por meio do Formulário de Inscrição via Internet, no período das 10h do dia 8 de junho de 2011 até às 14h do dia 8 de julho de 2011, observado o horário de Brasília.
Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico durante o período das inscrições e, por meio dos links referentes ao Concurso Público, efetuar sua inscrição e efetuar o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 75,00 para todos os Cargos - Ocupações de Nível Superior e de R$ 59,00 para todos os Cargos - Ocupações de Nível Médio, até a data do vencimento.
A partir de 10 de junho de 2011, o candidato poderá conferir, no endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas, se os dados da inscrição efetuada pela Internet foram recebidos e se o valor da inscrição foi pago. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato - SAC da Fundação Carlos Chagas, telefone (11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira, em dias úteis, das 10h às 16h (horário de Brasília), para verificar o ocorrido.
Das Provas:
Para todos os Cargos - Ocupações, as Provas Objetivas de Conhecimentos Básicos e de Conhecimentos Específicos (quando houver) constarão de questões objetivas de múltipla escolha (com 5 alternativas cada questão) e versarão sobre assuntos constantes do Conteúdo Programático do Anexo III, com base na descrição sumária das atividades e no perfil básico e de competências por Cargo - Ocupação constantes dos Anexos I e II.
Para os cargos de Analista Superior I, II, III e IV - todas as Ocupações, a Prova de Redação reger-se-á conforme disposto no Capítulo VIII deste Edital e será realizada no mesmo dia e período de aplicação da prova objetiva.
  • As provas para os cargos de Nível Médio serão aplicadas em períodos distintos aos cargos de Nível Superior e está prevista para o dia 25 de setembro de 2011, nas cidades de Bauru-SP, Belém-PA, Belo Horizonte-MG, Brasília-DF, Campinas-SP, Corumbá-MS, Curitiba-PR, Fortaleza-CE, Goiânia-GO, Guarulhos-SP, Ilhéus-BA, João Pessoa-PB, Joinville-SC, Londrina-PR, Macaé-RJ, Macapá-AP, Maceió-Al, Manaus-AM, Marabá-PA, Navegantes-SC, Palmas-TO, Porto Alegre-RS, Presidente Prudente-SP, Recife-PE,Ribeirão Preto-SP, Rio de Janeiro-RJ, Salvador-BA, Santarém-PA, São Paulo-SP, Teresina-PI, Uberaba-MG, Uberlândia-MG e Vitória-ES, de acordo com a opção do candidato no ato de Inscrição.
O Concurso Público terá validade de 2 anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Infraero.
Fonte: pciconcursos.com

Sindicato promove ato para que Governo convoque aprovados no concurso da Saúde

Alegando um possível caos no atendimento em hospitais e postos de saúde após a exoneração dos servidores da saúde, incluindo os profissionais de enfermagem, o Sindicato dos Profissionais de Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET) promove nesta terça - feira, 7, a partir das 8h da manhã em frente a Secretaria Estadual da Saúde, um ato público cobrando do governo a imediata convocação dos aprovados no último concurso da saúde que estão no cadastro reserva.

As exonerações previstas para os próximos dias serão para que o Governo atenda a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que julgou inconstitucional a contratação de cerca de 20 mil servidores comissionados em 2008. A ação foi julgada ano passado e o Supremo deu o prazo de um ano para o Governo adequar à situação dos servidores e realizar concurso público. O prazo dado pela Corte vence dia 09 de junho, por isso, 4.987 servidores serão exonerados, sendo que em janeiro deste ano 14.908 servidores que tiveram suas contratações declaradas inconstitucionais foram exonerados pela Administração Estadual.

A entidade teme que essas exonerações que acontecerão na área da saúde e educação venham prejudicar o atendimento à população e também que fique comprometido o trabalho dos profissionais de enfermagem que assistem diretamente os pacientes. O presidente do SEET, Ismael Sabino, disse que saúde é prioridade, não tem como esperar exonerar os servidores e contratar depois. “Nossa preocupação é com os doentes nos hospitais e nas unidades de saúde. O paciente não pode esperar. Não poderá haver descontinuidade nos serviços. Então, estamos cobrando do governo que essas convocações aconteçam ainda este mês de junho, antes das exonerações.”, disse Sabino.

Novos cargos

Para resolver a situação da saúde no Estado, na última sexta-feira, 3, foi publicada no Diário Oficial a Lei No 2.446/2011 que cria 2.627 cargos para o Quadro da Saúde. A intenção do Governo é preencher estes cargos com o Cadastro Reserva do concurso da Saúde. O presidente disse que esta iniciativa do Governo é louvável. “Sabemos que a lei foi aprovada, agora queremos a garantia de que estas vagas sejam preenchidas antes das exonerações e com os servidores efetivos,” enfatizou o presidente. (Da assessoria de imprensa)



Fonte: jornalstylo.com

segunda-feira, 6 de junho de 2011

SindEnfRJ apoia a luta dos Bombeiros do RJ


A presidente do Sindenfrj, Mônica Armada, esteve nesta tarde de segunda feira nas escadarias da ALERJ para afirmar sua solidariedade aos bombeiros do Estado do Rio de Janeiro. Ao lado de outros representantes da classe trabalhadora, a presidente do Sindenfrj levou seu  apoio à categoria que luta por dignidade e melhores condições de trabalho e salário.
Com indignação, a presidente do Sindicato dos Enfermeiros afirmou:    
'A luta dos bombeiros é a luta de todos nós, trabalhadores, funcionários públicos, que atuam no serviço público e lutam  por melhores condições de trabalho e salários dignos. É inadmissível que questões do trabalho sejam tratadas como caso de polícia.'

Fonte: SindEnfRJ

domingo, 5 de junho de 2011

Um Hospital histórico, o HESFA será reformado, enfim.

O Hospital Escola São Francisco de Assis da UFRJ, onde formaram-se grandes nomes da Enfermagem e da Medicina brasileiras, hoje caindo aos pedaços terá enfim uma obra de restauração.
Veja a matéria na íntegra em WEBTVUFRJ

Fonte: webtv.ufrj.br

A desigualdade racial no atendimento do SUS


Apesar de um sistema universal de saúde propor que a população tenha atendimento e os direitos de acesso aos serviços de forma igual, não é este o cenário apresentado no Relatório de Desigualdades Raciais, realizado por Marcelo Paixão, professor do Instituto de Economia (IE) da UFRJ e membro do Laboratório de Análises Econômicas, Históricas, Sociais e Estatísticas das Relações Raciais (Laeser).
O estudo mostra que o sistema de saúde brasileiro trata de forma desigual pretos e pardos em comparação à população considerada branca. Entre os dados coletados, o percentual de pretos e pardos atendidos pelo SUS, e que não avaliaram o sistema de forma positiva, está em 17,4% contra 12,2% de brancos.

Ao comparar o número de homens e mulheres que não procurou atendimento de saúde mesmo tendo necessidade com o total de pessoas que buscaram o serviço, os números apontam que, entre os homens, 35,2% eram pretos e pardos e 15,9% brancos. Entre as mulheres, 26,1% eram pretas e pardas e 
13,1% brancas.
Ainda assim, o estudo indica que a população preta e parda demanda mais atendimento do SUS do que a população branca. No total de óbitos por razão desconhecida decorrente de falta de atendimento, 47% eram pretos e pardos, 31,1% eram brancos e 21% tiveram a cor ignorada.

Fundação Municipal de Saúde de Teresina abre concurso


A Fundação Municipal de Saúde de Teresina abriu concurso para formação de cadastro de reserva. O salário varia de R$ 464,08 a R$ R$ 3.675,11.
Os cargos são de agente de portaria, auxiliar de serviço, motorista, agente de endemias, cuidador, redutor de danos, auxiliar de administração, programador, técnico em enfermagem, técnico em contabilidade, técnico em segurança do trabalho, técnico em histopatologia, técnico em patologia clínica, técnico em saneamento, técnico em arquivo, técnico de radiologia, técnico em edificações, técnico em alimentos, técnico em mecânica de veículos, técnico em imobilização em gesso, eletrotécnico, artesão, citotécnico, auxiliar de saúde bucal, administrador, advogado, analista de sistema, contador, arquiteto, engenheiro civil, assistente social, odontólogo, odontólogo plantonista, odontólogo cirurgião buço-maxilofacial, odontólogo ESF, enfermeiro plantonista, enfermeiro, enfermeiro PSF, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, veterinário, farmacêutico/bioquímico, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, educador físico, biólogo, bibliotecário, jornalista, tecnólogo em radiologia, estatístico, médicos anestesiologista, cardiologista, cirurgião geral, cirurgião pediátrico, cirurgião torácico, cirurgião vascular, clínico geral, endoscopista, endoscopista peroral, nefrologista, neurocirurgião, neuropediatra, ortopedista, obstetra, pediatra, psiquiatra, ultrassonografista, urologista, anatomopatologista, cardiologista, dermatologista, endocrinologista, gastroenterologista, geriatra, ginecologista, imunologista, infectologista, nefrologista, neurologista, neuropediatra, ortopedista, oftalmologista, otorrinolaringologista, pediatra, pneumologista, proctocologista, psiquiatra, reumatologista, radiologista, ultrassonografista, urologista e clínico PSF.
As inscrições serão realizadas no endereço www.uespi.br/nucepe, de 6 a 24 de junho. As taxas variam de R$ 20 a R$ 120.
A prova será aplicada no dia 14 de agosto na cidade de Teresina, no horário de 8h30 às 12h30 (horário do Piauí).

Fonte: goiasnet.com

Coren RJ promove a 2ª Audiência Pública sobre Serviços de Enfermagem na Atenção Básica - Clínicas da Família


Na próxima terça-feira, dia 07 de junho, acontecerá a 2ª Audiência Pública acerca dos Serviços de Enfermagem na Atenção Básica - Clínicas da Família, no Auditório do COREN-RJ, localizado à Avenida Presidente Vargas, 502 / 5º andar, de 9:00 às 18:00 horas.

O objetivo destas Audiências é discutir as problemáticas oriundas da prática profissional de Enfermagem em Atenção Básica, com intuito final de propôr mudanças que otimizem a ação destes profissionais e a qualidade da assistência à saúde que é prestada à população.
Neste momento, será iniciada a discussão dos Protocolos Municipais direcionados à Atenção Básica.

Fonte: coren-rj.org

Conselho Itinerante - Região dos Lagos


Conselho Itinerante - Região dos Lagos
(Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Casimiro de Abreu, Carapebus, Conceição de Macabu, Iguaba Grande, Macaé, Quissamã, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema)

CAPACITACOREN - Cursos Gratuitos.
Para Profissionais de Enfermagem residentes na Região dos Lagos.
As inscrições podem ser feitas de 18/05 a 03/06.

Inscrições Capacita COREN - AUXILIARES E TÉCNICOS
Inscrições Capacita COREN - ENFERMEIROS

Em reunião com o Sintuff, reitor se compromete com jornada de 30 horas


Desde que começou a intensa campanha na mídia para a instalação do ponto eletrônico no serviço público, este assunto tornou-se parte das lutas dos servidores das universidades.

Na UFF essa pressão já iniciou pelo HUAP. Diante do problema, a coordenação do Sintuff procurou a direção do hospital pedindo explicações e colocando sua posição contrária. O diretor do HUAP Tarcisio Rivello mostrou a portaria nº 5 de março de 2011, afirmando que só receberá verbas do APH se todos os funcionários forem controlados pelo ponto eletrônico. O Sintuff afirmou que os servidores não poderão ser sacrificados por uma situação que o próprio governo criou por falta de concurso público. O APH na verdade não resolveu o problema. Ao contrário, criou uma oportunidade para a retirada das 30 horas.

Laia mais em: JORNAL DO SINTUFF

Fonte: sintuff.org

Servidores da FESP farão ato público pela efetivação nesta segunda, 6/06


DIGA NÃO À PRECARIZAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO!

Na segunda-feira, 6 de junho, às 10h, os trabalhadores da FESP (Fundação Escola do Serviço Público) farão ato público no Hospital Rocha Faria. O objetivo da manifestação é pressionar o governo do Estado a efetivá-los. Cerca de 10 mil servidores concursados da FESP até hoje continuam trabalhando sob contrato determinado, sem os mesmos direitos dos empregados públicos. O ato também cobrará melhorias no atendimento aos moradores da zona oeste, condições dignas de trabalho e implementação do PCCS (Plano de Carreira) dos servidores da saúde estadual.

Como parte da luta pela efetivação, em maio uma comissão de servidores da FESP se reuniu com a deputada estadual Janira Rocha (PSOL-RJ). O objetivo foi buscar, na Alerj, apoio à efetivação através da constituição de um grupo parlamentar. Com apoio do Sindsprev/RJ, nos últimos meses, os servidores da FESP vêm realizando atos públicos e manifestações para pressionar o governo do Estado a efetivá-los.



Fonte: sindisprev/RJ

ASSEMBLÉIA COM OS ENFERMEIROS DO MUNICÍPIO

O Sindicato dos Enfermeiro estará realizando Assembleia com os Enfermeiros do Município do Rio de Janeiro e convida todos os Enfermeiros interessados a participarem

Vamos mostrar que a nossa categoria está unida como sempre e disposta às lutas como nunca

Vamos brigar por respeito, dignidade, condições de trabalho e melhorias para a categoria

Contamos com a participação de cada um de vocês

Não deixem de participar
 
 
 
Fonte: SindEnfRJ

Cursos do SindEnfRJ - Inscrições Abertas.


A atenção primária em saúde (APS) será tema do primeiro curso promovido pelo Sindicato, cujas aulas iniciam no dia 13 de junho. O curso é direcionado a enfermeiros que trabalham em unidades de saúde de atenção primária ou que tenham interesse na área. A carga horária será de 80 horas/aula em encontros quinzenais, de 8h30m às 17h.

As inscrições iniciam em 1º de junho e devem ser feitas no Centro de Qualificação Profissional (Av. Rio Branco 156 – sala 3309 – Centro). Os interessados devem levar cópias do registro no Coren, da carteira de identidade, do CPF e uma foto 3x4. Mais informações no telefone 2220-4296.

O curso é dividido nos seguintes módulos

Gerencial (24 horas/aula)
Tema 1 – Planejamento Estratégico – 8 horas/aulas
Tema 2 – Legislação, Ética e Exercício Profissional aplicados à Atenção Primária de Saúde – 16 horas/aulas

Assistencial (16 horas/aula cada tema)
Tema 3: Atenção à Saúde da Mulher
Tema 4:Atenção à Saúde da Criança
Tema 5: Atenção à Saúde do Idoso
Tema 6: Atenção à Saúde em Portadores de Diabetes Melitus
Tema 7: Atenção à Saúde em Portadores de Hipertensão Arterial

Vagas
30 por temática.



Acompanhe por e-mail

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje