Salário digno para os profissionais de Enfermagem

Projeto de Lei 2573/2011, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem. Projeto de Lei 4924/2009, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem.

sábado, 18 de junho de 2011

UFRJ em GREVE!


Comando Local de Greve - comandolocaldegreve@sintufrj.org.br 


É greve!

Assembleia/ato                                                                                        

Nesta terça-feira, 21/6, às 10h, na Praia Vermelha.
Concentração no portão principal (da Av. Venceslau Brás)

Reunião Comando de Greve
sexta-feira, às 14 horas na Subsede HU

Os trabalhadores em educação da UFRJ lotaram o auditório do Centro de Tecnologia, no dia 14, para deflagrar a greve da categoria. A greve é de evasão do local de trabalho e ocupação nas assembleias e atividades do Comando Local de Greve.Até o dia 17, 45 universidades federais haviam aderido à paralisação, segundo a Fasubra.Entre as reivindicações dos servidores estão demandas que vêm da greve passada. Mas o governo sustenta que não há recursos para reajustes e sequer  à pauta de reivindicações. Diante da ausência de resultados após as reuniões entre Governo e Fasubra, não restou outra opção senão a greve.A marcha dos servidores públicos federais, no dia 16, parte das mobilizações da Campanha Salarial Unificada, reuniu sete mil pessoas, que seguiram em passeata para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.Na manifestação, a greve da Fasubra foi ressaltada como exemplo de luta a ser seguido pelas demais entidades do funcionalismo. apresenta propostas concretas
Motivos não faltamA categoria decidiu entrar em greve porque o governo não apresentou propostas concretas à pauta de reivindicações, com demandas que vêm desde a greve passada e ainda por cima deixou claro que não haverá reajustes para os servidores. Além de tudo, diante da ausência de resultados positivos após as reuniões entre Governo e Fasubra nos últimos cinco meses, não houve outra saída a não ser a greve.A pauta protocolada no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão tem os seguintes eixos principais:
1 - Apresentação de recursos orçamentários para aumento do piso salarial.
2 - Resolução do Vencimento Básico Complementar (VBC) e reposicionamento dos aposentados.
3 - Resolução para a racionalização dos cargos da Carreira.
4 - Resolução do Anexo IV (Incentivo à Qualificação), para ampliação dos percentuais existentes para todas as classes, e reajuste dos benefícios (Transporte, creche, alimentação, etc.).



Fonte: sintufrj.org 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Proprietário deste blog informa que as postagens de comentários são identificadas, cabendo ao autor dos mesmos a responsabilidade pelo teor de seus comentários.
Grato por sua participação.

Acompanhe por e-mail

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje