Salário digno para os profissionais de Enfermagem

Projeto de Lei 2573/2011, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem. Projeto de Lei 4924/2009, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Agora vamos iniciar as greves e as paralisações em todos os hospitais do Brasil. Organize-se: Sem enfermagem não se faz saúde!!!



Greve na saúde começou na quarta, 27 de junho com a paralisação do Hospital Cardoso Fontes.

Após uma assembléia onde as deliberações foram precedidas de informes regionais sobre o impasse nas negociações entre servidores públicos federais e governo e sobre a greve na saúde federal, motivada especialmente pela traição dos deputados e do ministro da saúde, começou na última quarta 27 pelo Hospital Cardoso Fontes e tende a se ampliar na segunda e terça-feiras (2 e 3/07), com a adesão do Hospital Federal do Andaraí, Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE) e Policlínica Piquet Carneiro.

No 1º dia de greve, os servidores públicos federais, especialmente os profissionais de enfermagem do Hospital Cardoso Fontes chamam os demais servidores de todos os hospitais federais, incluindo aqueles de ensino (Hospitais Universitários) a aderir ao movimento contra a medida traidora do governo.

“Vivemos uma situação insustentável de arrocho e ataque aos direitos do funcionalismo, e a prova é que várias outras categorias, como os profissionais das universidades públicas, já estão em greve. A MP 568, as avaliações e a introdução do ponto eletrônico são parte desses ataques, cujo ápice foi a manobra de traição contra os trabalhadores de enfermagem que tivemos que acompanhar no dia 27 em Brasília que, combinado com outros, podem levar até à demissão do servidor. Iniciamos a greve na saúde federal para defender o serviço público e também conquistar a tabela que tanto defendemos. A tabela só será implementada com muita mobilização”, assim como a conquista das 30 horas, afirmou o diretor do SindEnfRJ Enfermeiro Washington. Estamos cansados de ser enganados por esses falsos amigos da nossa categoria.

“Na saúde temos um dos piores salários, especialmente nós da enfermagem, que ainda temos que cumprir uma carga horária desumana e por isso não temos alternativa a não ser participarmos da greve, que é de toda a categoria dos trabalhadores públicos da saúde, especialmente dos profissionais de enfermagem”, completou o também dirigente do Sindicato e servidor da DVST/UFRJ, enfermeiro Washington.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Proprietário deste blog informa que as postagens de comentários são identificadas, cabendo ao autor dos mesmos a responsabilidade pelo teor de seus comentários.
Grato por sua participação.

Acompanhe por e-mail

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje