Salário digno para os profissionais de Enfermagem

Projeto de Lei 2573/2011, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem. Projeto de Lei 4924/2009, que fixa pisos salariais para Enfermeiros, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiras. Altera Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da Enfermagem.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Funcionários do HFA cruzaram os braços por aumento de salário

Funcionários do Hospital das Forças Armadas (HFA) cruzaram os braços na manhã desta sexta-feira (29/6) em busca de reajuste salarial. Os médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem que aderiram à paralisação, estão na entrada do hospital e querem negociar com o Govero Federal. Durante a manifestação, sem prazo para terminar, apenas os seviços médicos da emergência, do centro cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e laboratório estão funcionando.




Em apoio a greve, servidores de todo o país farão uma passeata às 11h na Esplanada dos Ministérios com destino ao Ministério do Planejamento, segundo a coordenadora da greve, Valda Eustáquio. Os funcionários do Hospital devem se dirigir ao local para se juntar ao grupo.

De acordo com Eustáquio, o Hospital Universitário de Brasília (HUB) também deve aderir a greve a partir de segunda-feira (2/7). Outros hospitais federais espalhados pelo país também devem aderir à greve.

No Rio de Janeiro a mobilização está levando diversos hospitais federais a deflagrarem greve, a exemplo dos hospitais das universidades.

A Falta de respeito demonstrada pelos ministros da Saúde (Alexandre Padílha), das relações institucionais (Ideli Salvat) e do Planejamento (Mirian Belchior) dá o tom para o que teremos daqui para frente. O senhor Marco Maia (presidente da câmara) e seu assecla Arlindo Chinaglia precisam estar cientes de que esta atitude lhes custará muito politicamente.

Ao que nos parece todos recebem da mesma fonte. 


A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou aumento de 7,93% para os planos de saúde de oito milhões de usuários. O reajuste será aplicado entre maio de 2012 e abril de 2013, dependendo da data de vencimento do contrato. O aumento concedido é muito acima dos 4,99% do IPCA, da inflação oficial, dos últimos 12 meses.



Existiria alguma relação entre estas notícias?

Talvez não interesse uma saúde pública, gratuita e de qualidade para não atrapalhar os negócios.

Saúde de qualidade é trabalhador com saúde, já dizia meu amigo Jorge do INTO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Proprietário deste blog informa que as postagens de comentários são identificadas, cabendo ao autor dos mesmos a responsabilidade pelo teor de seus comentários.
Grato por sua participação.

Acompanhe por e-mail

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje

Atalho do Facebook Enfermagem 30 horas hoje